Pesquisas do IDEIA Big Data enriquecem trabalho realizado pelo Brazil Institute do Wilson Center

  • Fomento para análises, debates e eventos realizados pelo Brazil Institute do Wilson Center 16 pesquisas realizadas
  • + de 20 mil pessoas entrevistadas

Pesquisa sobre as UPPs:

  • 3.816 pessoas de 17 comunidades diferentes entrevistadas;
  • Perfil da população construído, considerando questões demográficas, segurança, pobreza, desigualdade, empreendedorismo, serviços financeiros, problemas comunitários, programas sociais, educação e recursos individuais;
  • Contribuição para a adequação e construção de políticas públicas.

Criado com o objetivo de promover diálogo sobre questões-chave de preocupação bilateral entre o Brasil e os Estados Unidos e promover o entendimento de Washington sobre os acontecimentos brasileiros contemporâneos, o IDEIA Big Data se tornou um parceiro importante para o Brazil Institute do Wilson Center na concretização da sua missão. “Ao longo dos últimos cinco anos, as pesquisas de opinião e análises preparadas pelo IDEIA Big Data reforçam a qualidade e a atualidade das atividades do Brazil Institute do Woodrow Wilson Center no sentido de ampliar e aprofundar o conhecimento sobre o Brasil, uma sociedade dinâmica e democrática que, pelo tamanho de sua população, dimensão continental de seu território e a resiliência de sua economia,  ocupa posição única de líder regional e ator global”, destaca o diretor do Brazil Institute, Paulo Sotero.

O trabalho realizado pelo Brazil Institute concentra-se em quatro grandes temáticas: questões sociais e econômicas, tecnologia e inovação científica, estado de direito e mudanças climáticas, e o IDEIA Big Data tem constantemente contribuído em todas essas áreas, com destaque para uma série de pesquisas que o IDEIA realizou sobre as Unidades de Polícia Pacificadoras do Rio de Janeiro, as UPPs. “Realizamos um estudo amplo para entender o impacto das UPPs na tentativa de reduzir o crime e a violência no Rio. O nosso objetivo foi avaliar a opinião das pessoas que deveriam se beneficiar da intervenção do governo”, conta o presidente do IDEIA Big Data, Maurício Moura.

O estudo, baseado numa série de três pesquisas, confirmou a reação positiva que as UPPs geraram entre a população afetada, mas também esclareceu os desafios que os moradores dessas comunidades enfrentam, desde a falta de serviços públicos até o emprego. “Nossa abordagem cobriu não apenas questões demográficas e de segurança, mas também pobreza, desigualdade, empreendedorismo, serviços financeiros, problemas comunitários, programas sociais, educação e recursos individuais”, destaca Maurício.

3.816 pessoas de 17 comunidades diferentes foram entrevistadas. Os resultados desse trabalho foram tão positivos que não só foram apresentados em um seminário organizado pelo Brazil Institute, como também serviu de base para a tomada de decisões de políticas públicas por parte da Secretaria do Trabalho e Emprego do Brasil. Os insights derivados do trabalho do IDEIA Big Data enriquecem os debates que realizamos em nossa sede, em Washington, e ajudam a melhorar a compreensão da realidade brasileira, em sua complexidade, entre os formadores de opinião e os formuladores de políticas públicas nos Estados Unidos e outros países”, conclui o presidente do Brazil Institute.

Desde 2011, quando iniciou a parceria, o IDEIA Big Data já realizou 16 pesquisas para o Brazil Institute do Wilson Center.

Repercussão na Mídia

Category

Pesquisa

Tags

Opinião Pública

Date published

21 de maio de 2018